.
.
.
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Feito por www.AllBlogTools.com
Loading...

OUÇA NOSSA RÁDIO

Pesquisar Neste blog

Carregando...

segunda-feira, 15 de março de 2010

PONTOS CANTADOS



Olá irmãos

Que a paz de Oxalá esteja com todos

Bem irmãos o tema de hoje é um assunto muito importante na liturgia da Umbanda, pois é de grande valia esotérica e de grande valor cultural os nossos Pontos Cantados.

Desde os primórdios da Humanidade, o som está ligado às religiões, os primeiros vestígios de religiões foram achados há mais de 100.000 anos, onde os homens cultuavam o corpo dos mortos pintando-os e cultuando-os com cantos.

Os primeiros religiosos a usar cânticos em suas escrituras foram os Egípcios que cantavam seus louvores aos Deuses. Diziam os Egípcios que a música servia para comover os Deuses e eles assim terem misericórdia da humanidade.

Na África o uso da música e de instrumentos de percussão também sempre foi notado, desde muito antes de qualquer denominação religiosa os africanos sempre entoaram seus cantos em cerimônias especiais.
Os judeus também cantam seus louvores cada um para o dia certo, enquanto rezam Muçulmanos também se utilizam de cantos em vez da reza, pois acreditam que a entonação muda sua reza.

No hinduísmo, os Brâmanes, que são os sacerdotes logo que o sol aparece cantam em microfones para toda cidade ouvir, dando graças ao novo dia que surgi.
E o que falar dos budistas que se utiliza de sinos, tambores e outros instrumentos para marcar o ritmo de rezas e mantras, na filosofia budista a perfeição espiritual é alcançada pelo: Mantra, Tantra e Yantra, que quer dizer: Som, Movimento e Energia.

Na Umbanda não é diferente.
A música cantada e a percussão são peças fundamentais em nossa religião.
Não se faz música aleatoriamente, nem batem palmas, nem tocam algo nos atabaques sem uma razão, sem uma coerência, sem um porque...

Nós chamamos os cânticos de Pontos, e eles são de extrema importância, pois são canalizadores de energia, são os pontos que ditam onde o rito umbandista fixado, quais as suas seguranças e propósitos do ritual.
É imprescindível que os médiuns estejam conectados para entender o porquê um ponto foi entoado, pois assim que este começa a ser cantado espiritualmente portais são abertos, para alguma finalidade.
Muitos médiuns não atentam para a magnitude dos pontos cantados, muito trazem mensagens de fé, amor e esperança.

Outros são pontos de segurança, esses que servem como súplica para um Orixá guardar e proteger todos os filhos que ali estão pontos de advertência também são cantados.
Estudos esotéricos dizem que cada nota musical emana uma cor e uma energia, este é o motivo do médium se assemelhar com tal ponto, pois no momento que ele é entoada uma energia estará vibrante no lugar e esta energia serve para preparar e ajustar as ondas cerebrais para o médium entrar em contato com o verdadeiro Alto Astral.

Se o Médiun não estiver atento ele não aproveitará a energia ali presente, por isso algumas condutas devem ser tomadas dentro do terreiro. Não devemos entrar no templo como se estivéssemos indo a algum lugar qualquer, pois estamos num lugar sagrado e este merece respeito.
Devemos ter uma postura correta, não falando em tom alto e muito menos usando palavras chulas, devemos entender que ao entrarmos no terreiro estamos entrando na casa de Deus.

Muitos pensam que uma postura séria é uma postura mal educada ou rude, mas não é verdade, na casa de Deus temos que ser alegre, pois Deus é a Alegria, a tristeza de nada combina com o templo.
Outro aspecto importante é cantar os pontos com vontade, imagine só se você estivesse de frente para Ogum você cantaria sem ânimo, animemo-nos, pois ogum está realmente a nossa frente quando cantamos para ele, por isso fervor, vontade e emoção, é muito importante.

Não devemos gritar, e sim entoar com amor e dedicação os pontos, assim teremos um melhor aproveitamento do rito.
Além de cantar e dançar num ritmo só, também é muito importante, pois no movimento nos desligamos no mundo material, e fixamos nosso pensamento no principal propósito dos trabalhos espirituais a: CARIDADE

Que Oxalá .nos abençoe sempre.

Saravá  .'.

"Semirombá"



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:


CAMINHO... "Sim, seu caminho é a Umbanda enquanto você valorizar a experiência espiritual com os Orixás, Guias e Mensageiros do Astral que se desdobram em muitas formas para te auxiliar. Seu caminho é e sempre será a Umbanda, enquanto você acender uma vela e sentir que ela fala contigo, enquanto você escutar o som do atabaque e seu corpo aquecer num compasso de vibrações e arrepios, enquanto você sentir o aroma das ervas transmutadas em fumaça ao contato com a brasa incandescente e for acometido da sensação de estar sendo transportado para outro lugar, a Umbanda continuará sendo seu caminho enquanto o brado dos Caboclos te arrepiar, o silêncio dos Pretos Velhos te emocionar, o gracejo dos Baianos te alegrar, a sinceridade dos Exus te curvar, a simpatia das Pomba Giras te atrair e a ciranda dos Erês te relembrar que, apesar dos pesares, o mais importante é não perder a pureza das crianças. Sim, seu lugar é no Templo que frequenta, enquanto os espíritos regentes ainda forem referências de aprendizado, enquanto você sentir saudade ao final de cada gira, enquanto os objetivos espirituais e materiais também forem os seus objetivos, enquanto o sentimento de irmandade não se dissipar facilmente em momentos de atritos e conflitos naturais, enquanto você preservar o respeito e lealdade ao seu Sacerdote ." - Sr. Caboclo Tupinambá

EVENTOS QUE APOIAMOS

Abaixo Eventos, Festas, Ritos de parceiros do Blog. Se você leitor tiver algum evento contate em nosso email. ( paileodelpezzo@gmail.com)

Nossa Bandeira

Seguidores

Quem Passou por Aqui

Quem sou eu

Minha foto
Léo Del Pezzo, ou Pai Léo das Pedreiras. Médium Umbandista á 8 anos, consagrado Pai Espiritual.Dedica todo seu sacerdócio para levar o entendimento de conhecimentos esotéricos, filosófico e teologicos ,exaltando a "Umbanda"