.
.
.
.
.
.
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Feito por www.AllBlogTools.com

Pesquisar Neste blog

Carregando...

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

PAJÉ NA UMBANDA


Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


Bom irmãos o assunto de hoje é bem legal, em algumas postagens já falei um pouco por cima dessas grandes potestades.
De alguns anos pra cé vemos algumas falanges de trabalho aparecerem mais na Umbanda, exemplo disso é a Linha do Oriente, naõ falo dos ciganos e sim dos médicos orientais, praticantes de curas holísticas, hindus, marroquinos, sudaneses, beduínos e outras grandes curadores, isto acontece pois a Umbvanda evolui para trabalhos de formas sutis, não quero dizer que as outras entidades não tem valor, mas termos a oportunidade de servirmos espirítos elevadíssimo é muito bom, outra linha também começa a aparecer nos rituais da Umbanda é uma discidência da linha do Caboclos, são eles os grandes alquimistas das matas os Pajés, ter a oportunidade de trabalhar com esta linha é impressionante pois com passes fluídicops estas entidades praticam curas excepicionais, abaixo segue um texto sobre essas maravilhosas entidades.

A figura sacerdotal do Pajé (nome tupi guarani) estabelece a intermediação entre os homens e os espíritos ancestrais. Exercendo ainda a função de curandeiro. evidenciando assim, a crença de que as doenças físicas são causadas

por influências espirituais. Essas influências espirituais, para o mal e para o bem
são fortemente marcadas nas culturas indígenas.
E após o período de aculturação sofrida pela imposição do cristianismo e da quase que total extinção de nossos irmãos, o retorno às raízes naturais e ancestrais é um movimento silencioso e constante em todo o mundo.
A doença é entendida como uma saída temporária da alma, enquanto que a morte, seria a saída definitiva.

Outro elemento essencial à elevação espiritual, é a coragem; os covardes, os
que não defendem os seus e a sua terra, não são merecedores de ingressar no
mundo sem mal, ficariam presos à sua alma animal, vagando pelos cemitérios.
A religião indígena é estreitamente ligada à natureza, à terra e tudo o que é
proveniente dela, incluindo o mundo animal (a alma animal)
Os pajés atuam nesse contexto como mediadores entre o sobrenatural e os
humanos, seriam eles mesmos, humanos com poderes sobrenaturais; aptos
à predizer o futuro, dominar de certa forma, mediante à ritos, os fenômenos
da natureza, comunicação com toda o tipo de espíritos, cura do corpo e da
alma, conselheiros pessoais e tribais.

Durante a pajelança, ele entra em contato com espíritos desencarnados, que
seriam os responsáveis pelos males causados aos doentes, à fim de afastá-los
e promover a consequente cura.
Essa figura, quase que mitológica vem ressurgindo e se popularizando
entre os homens "brancos" , tanto no xamanismo , quanto nos terreiros de
Umbanda.
Muitos ritos hoje lembram os trabalhos do pajé como por exemplo: o culto a Juremera, Catimbó, Pajelança e tantos outros, espiritualmente os pajés trabalham em enrgias ligadas a cura, a maioria ligada a linha de Oxalá ou Iemanjá, em ritos altamente energéticos como batismos, cura e amaci estas entidades normalmente estão presentes.


Que Oxalá nos abençoe sempre

Saravá  .'.

"Semirombá" Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

R. KaBrAL O'MaLk disse...

Olá, muito instrutivo seu blog; Gostaria de saber se existe a oração de "pai pajé" (umbanda)? Desde já agradeço pela ajuda.


CAMINHO... "Sim, seu caminho é a Umbanda enquanto você valorizar a experiência espiritual com os Orixás, Guias e Mensageiros do Astral que se desdobram em muitas formas para te auxiliar. Seu caminho é e sempre será a Umbanda, enquanto você acender uma vela e sentir que ela fala contigo, enquanto você escutar o som do atabaque e seu corpo aquecer num compasso de vibrações e arrepios, enquanto você sentir o aroma das ervas transmutadas em fumaça ao contato com a brasa incandescente e for acometido da sensação de estar sendo transportado para outro lugar, a Umbanda continuará sendo seu caminho enquanto o brado dos Caboclos te arrepiar, o silêncio dos Pretos Velhos te emocionar, o gracejo dos Baianos te alegrar, a sinceridade dos Exus te curvar, a simpatia das Pomba Giras te atrair e a ciranda dos Erês te relembrar que, apesar dos pesares, o mais importante é não perder a pureza das crianças. Sim, seu lugar é no Templo que frequenta, enquanto os espíritos regentes ainda forem referências de aprendizado, enquanto você sentir saudade ao final de cada gira, enquanto os objetivos espirituais e materiais também forem os seus objetivos, enquanto o sentimento de irmandade não se dissipar facilmente em momentos de atritos e conflitos naturais, enquanto você preservar o respeito e lealdade ao seu Sacerdote ." - Sr. Caboclo Tupinambá

EVENTOS QUE APOIAMOS

Abaixo Eventos, Festas, Ritos de parceiros do Blog. Se você leitor tiver algum evento contate em nosso email. ( paileodelpezzo@gmail.com)

Nossa Bandeira

Seguidores

Quem Passou por Aqui

Quem sou eu

Minha foto
Léo Del Pezzo, ou Pai Léo das Pedreiras. Médium Umbandista á 13 anos, consagrado Pai Espiritual.Dedica todo seu sacerdócio para levar o entendimento de conhecimentos esotéricos, filosófico e teologicos ,exaltando a "Umbanda"