.
.
.
.
.
.
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Feito por www.AllBlogTools.com

Pesquisar Neste blog

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

ELEMENTAIS DA ÁGUA



Olá irmãos

Que Oxalá nos abençoe sempre

Bem irmãos a postagem de hoje é a primeira de uma série de quatro postagens, hoje falarei dos elemantais, como bem sabemos há várias clases de espiritos, nós humanos estramos classificados como espiritos evoluídos, os animais são chamados de analizos, isto é espíritos ainda que não tem razão, mas convenhamos que a animais mais racionais que muitos seres humanos que conhecemos, outro grupo são os elemenatares, estes espiritos vivem num mundo paralelo ao nosso, alguns gostam de constantemente entrar em contato com nosso mundo, são espiritos divididos em quatro grupos; elementais da Água, do Fogo, da Terra e do Ar, há veracidade desses espiritos são comprovados nas mitologias, muitos mitos e lendas são na verdade encontros com esses espiritos que são tão puros que não entendem a diferença entre o bem e o mal, tem formas ás vezes assustadoras e outras engraçadas, muitos gostam de humanos outros não podem ver, masó importante é que essa classe de espiritos é muito importente para o equilíbrio de nosso planeta. Hoje falaremos dos Elementais da Água.

Os Elementais da água são comandandos por Iemanjá, Mamãe Oxum, e Nanã, a classe mais conehcida desses elementais são as Ondinas mas há também as Sereias, Ninfas e Tritões.
O elemento da Água está relacionado com o corpo emocional, e de sua depuração resulta a pureza deste corpo. No plano físico, é um grande agente de limpeza e um dos muitos fatores necessários para contrabalançar as condições da atmosfera e da produção agrícola. Sua atividade destrutiva é demonstrada em enchentes, furacões e afogamentos, nos quais perecem homens e animais.

A manifestação de que este elemento, bem como todos os outros podem ser controlados foi demonstrado pelo Mestre Ascensionado Jesus, quando Ele acalmou as águas turbulentas do mar da Galiléia.


As Ondinas são os elementais mais conhecidos, vivem nos riachos, nas fontes, no orvalho das folhas sobre as águas e nos musgos. São reconhecidos por terem o poder de retirar das águas a energia suficiente para a sua luminosidade, o que permite ao homem, por muitas vezes, percebê-los em forma de um leve "facho de luz". Adoram trabalhar nas ondas do mar.Algumas ondinas também gostam de ficar no fundo dos pÂntanos, essas são as comandadas de Nanã Buruque.
 

As Sereias são elementais conhecidos como metade mulher e metade peixe, delicados e sutis, com o poder de encantar e hipnotizar o homem com seu canto, são grandes protetoras da vida marinha. seu campo de atuação é no alto-mar. 



As Ninfas são elementais que se assemelham às ondinas, porém um pouco menores e de água doce. Apresentam-se geralmente com tons azulados, e como as ondinas maiores, emitem suas vibrações através de sua luminosidade. A diferença básica entre uma e outra, encontra-se na docilidade e beleza das ninfas, que parecem "voar" levitando sobre as águas em um balé singular. Adoram a queda da cachoeira.

Os Tritões são os únicos elemantais masculinos que são áquaticos, são ótimos servidores no mar, gostam das águas profundas, sempre com um tridente na mão, representam a força e a lei dentro do mar, são muito confundidos com Exus do Mar, que são seus governantes.Normalmente são de cor azul escura. O campo de atuação perfeito pra eles é o fundo do mar.
 
Assim como os gnomos estão limitados em sua função aos Elementos da terra, os elementais da água, funcionam na essência invisível e espiritual chamada éter úmido. A beleza parece ser uma característica comum dos espíritos da água. Onde quer que as encontremos representadas na arte e na escultura, são sempre cheias de graça e simetria. Controlando o elemento água - que sempre foi um símbolo feminino – é natural que os espíritos da água sejam com mais freqüência simbolizados como fêmeas. Existem muitos grupos de Ondinas. Algumas habitam cataratas, onde podem ser vistas entre os vapores; algumas, vivem nos riachos, nas fontes, no orvalho das folhas sobre as águas e nos musgos; outras tem o seu habitat nos pântanos, charcos e brejos, entretanto outras, ainda, vivem em claros lagos de montanha. Em geral quase todas as ondinas se parecem com seres humanos na forma e tamanho, embora aquelas que habitam os rios e fontes tenham proporções menores. Normalmente elas vivem em cavernas de corais ou nos juncais à margem dos rios ou das praias. As Ondinas servem e amam sua rainha, Necksa. Elas são antes de tudo seres emocionais, amigáveis para com a vida humana e que gostam de servir à humanidade. Às vezes são representadas cavalgando golfinhos marinhos e outros peixes grandes, e parecem ter um amor especial pelas flores e plantas, às quais servem de maneira tão devotada e inteligente quanto os gnomos. Os antigos poetas diziam que as canções das ondinas eram ouvidas no vento oeste e que sua vidas eram consagradas ao embelezamento da Terra material. Muito mitos conehcidos se referem a estes elemantais: Paracelso escreveu sobre as sereias, os piratas acreditavam vê-las, as ondinas ainda é possível sua percepção nas ondas até hoje, os tritões são os mais díficil pois só aparecem em alto-mar, os marinheiros acreditam que ao ver um tritão é sinal de naufrágio, pois eles são responsáveis por elevar as almas daqueles que morrem no mar.
 
INVOCAÇÃO ÀS ONDINAS


Eu vos saúdo, Ondinas,
Que constituis a representação do elemento água.
Conservai a pureza da minha alma,
Como o elemento mais precioso
Da minha vida e do meu organismo.
Fazei-me pleno de sua criação fecunda,
E dai-me sempre intuição de forma nobre e correta.
Mestres da água, eu vos saúde fraternalmente.

ORAÇÃO DAS ONDINAS.


"Rei terrível do mar, vós que tendes as chaves das cataratas do céu e que encerrais as águas subterrâneas nas cavernas da terra; rei do dilúvio e das chuvas da primavera, a vós que abris as nascentes dos rios e das fontes, a vós que ordenais à umidade, que é como o sangue da terra, de tornar-se seiva das plantas, nós vos adoramos e vos invocamos. A nós, vossas móveis e variáveis criaturas, falai-nos nas grandes comoções do mar e tremeremos diante de vós; falai-nos também no murmúrio das límpidas águas, e desejaremos o vosso amor.
Ó imensidade na qual vão perder-se todos os rios do ser, que sempre renascem em vós! Ó oceano das perfeições infinitas! Altura que vos mirais na profundidade; profundidade que exalais na altura, levai-nos à verdadeira vida pela inteligência e pelo amor! Levai-nos à imortalidade pelo sacrifício, a fim de que sejamos considerados dignos de vos oferecer, um dia, a água, o sangue e as lágrimas, para remissão dos erros. Amém."

 
Que Oxalá nos abençoe sempre


Saravá  .'.


"Semirombá" Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

Soldado de Oxalá disse...

Saudações caro irmão de fé!

Descobri o seu blog recentemente e muito me agradou o que tem vindo a escrever. Parabéns.

Gostaria de fazer um comentário sobre uma parte deste post

"A manifestação de que este elemento, bem como todos os outros podem ser controlados foi demonstrado pelo Mestre Ascensionado Jesus, quando Ele acalmou as águas turbulentas do mar da Galiléia."

Mesmo eu conseguindo acreditar nisto como Umbandista, devo salientar que um ateu, principalmente daqueles mais radicais que acham que detêm todo o conhecimento científico, iria já começar com um número sem fim de questões. Também estando consciente que escreve estas matérias para falar da UMBANDA, penso que é importante fornecermos informações que ajudem alguns dos nossos irmãos a manter uma discussão inteligente com quem nos questiona sobre a nossa fé.

Não sei se me fiz entender e peço desculpa pelo comentário um pouco extenso.

Abraços de Portugal :)
Continue com o óptimo trabalho
Axé

Isil'zha Veni

Léo Del Pezzo disse...

Olá Soldado de Oxalá.

Olha eu realmente acho que um ateu não se atentaria a este aspecto, pois se não acreditam na existência de Jesus cristo, duvido que acreditassem na existência de sereias, duendes e outros elementais, mas agradeço seu comentário, mostra que há pessoas interessadas no aprimoramento do nosso blog, muito obrigado e tentarei me atentar mais a estes detalhes.
Saravá .'. e um abraço a todos os portugueses, daqui do Brasil.

Isabella disse...

Oi Léo,
Em pesquisa pela internet encotrei o seu site, adoro suas postagens, leio todos os dias, já passei o endereço do blog para alguns amigos.
Sou uma iniciante na Umbanda e tenho sede de conhecimento, sobre tudo, estou começando a desenvolver minha espiritualidade e tenho muita curiosidade, sobre guias que conheço e sobre os meus guias, com quem pretendo trabalhar, como o Caboclo Cobra Coral, a Cabocla Jaciara, Pai Chico do Cruzeiro das Almas, entre outros, se puder me ajudar, já encontrei alguns artigos sobre o caboclo Cobra Coral, mas sobre os outros muito pouco.
Que Pai Oxalá lhe abençoe sempre, para que possa ajudar a levar lindas palavras a todos.
Fique com Deus.
Muita paz.


CAMINHO... "Sim, seu caminho é a Umbanda enquanto você valorizar a experiência espiritual com os Orixás, Guias e Mensageiros do Astral que se desdobram em muitas formas para te auxiliar. Seu caminho é e sempre será a Umbanda, enquanto você acender uma vela e sentir que ela fala contigo, enquanto você escutar o som do atabaque e seu corpo aquecer num compasso de vibrações e arrepios, enquanto você sentir o aroma das ervas transmutadas em fumaça ao contato com a brasa incandescente e for acometido da sensação de estar sendo transportado para outro lugar, a Umbanda continuará sendo seu caminho enquanto o brado dos Caboclos te arrepiar, o silêncio dos Pretos Velhos te emocionar, o gracejo dos Baianos te alegrar, a sinceridade dos Exus te curvar, a simpatia das Pomba Giras te atrair e a ciranda dos Erês te relembrar que, apesar dos pesares, o mais importante é não perder a pureza das crianças. Sim, seu lugar é no Templo que frequenta, enquanto os espíritos regentes ainda forem referências de aprendizado, enquanto você sentir saudade ao final de cada gira, enquanto os objetivos espirituais e materiais também forem os seus objetivos, enquanto o sentimento de irmandade não se dissipar facilmente em momentos de atritos e conflitos naturais, enquanto você preservar o respeito e lealdade ao seu Sacerdote ." - Sr. Caboclo Tupinambá

EVENTOS QUE APOIAMOS

Abaixo Eventos, Festas, Ritos de parceiros do Blog. Se você leitor tiver algum evento contate em nosso email. ( paileodelpezzo@gmail.com)

Nossa Bandeira

Seguidores

Quem Passou por Aqui

Quem sou eu

Minha foto
Léo Del Pezzo, ou Pai Léo das Pedreiras. Médium Umbandista á 13 anos, consagrado Pai Espiritual.Dedica todo seu sacerdócio para levar o entendimento de conhecimentos esotéricos, filosófico e teologicos ,exaltando a "Umbanda"