.
.
.
.
.
.
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Feito por www.AllBlogTools.com

Pesquisar Neste blog

Carregando...

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

IMITAÇÃO

Olá irmãos


Que a paz de Oxalá esteja com todos


A algum tempo não escrevia sobre algum ensinamento de Osho, grande sacerdote oriental, muito sábio, abaixo segue um ensinamento muito bonito e proveitoso.

"O Mestre Zen Gutei costumava erguer seu dedo sempre que explicava uma questão sobre Zen. Um discípulo muito jovem começou a imitá-lo, e toda vez que alguém perguntava ao discípulo sobre o que seu mestre tinha falado, o rapaz erguia o dedo.
Gutei chegou a ouvir o respeito, e um dia, quando presenciou o rapaz fazendo aquilo, agarrou-o, puxou uam faca, decepou seu dedo e jogou fora, quando o rapaz saiu correndo gritando, berrando em pânico, gutei gritou: "Pare!"
O Rapaz parou, voltou-se para o mestre, através de suas lágrimas. Gutei mantinha o próprio dedo erguido, o rapaz por hábito começou a erguer o dele também... e quando notou que ele não estava lá fez reverência. Naquele instante ele se iluminou."

Mestres nunca fazem algo desnecessariamente, nem mesmo erguem um dedo... Gutei nem sempre levantava o dedo, somente quando explicava alguma questão sobre Zen. Por Que?
Todos seus problemas surgem porque você está fragmentado, porque é uma desunião, um caos, não uma harmonia. E o que é Meditação? É chegar a unidade, as explicações de Gutei eram secundárias; aquele dedo erguido era o fundamental. Ele estava dizendo: "Seja um...! E todos seus Problemas serão resolvidos".
O Rapaz começou a imita-lo, ora a imitação não leva a lugar algum. Imitação significa que o ideal vem de fora, que não é algo que esteja acontecendo dentro de você, você tem uma semente dentro de si; se está imitando os outros está semente estará morta, pois a semente que planta é a dos outros.

Um momento muito tenso de consciência, uma estratégia grandiosa, Gutei gritou "Pare!" E no instante da parada não havia mais dor...
Apenas devido ao velho hábito, quando o mestre ergue o dedo, o rapas ergue o seu, que não existe. E pela primeira vez compreende que ele não é o corpo, mas a vigilância, consciência, ele é uma Alma, e o corpo a casa.

Que Oxalá nos abençoe sempre


Saravá  .'.


"Semirombá" Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:


CAMINHO... "Sim, seu caminho é a Umbanda enquanto você valorizar a experiência espiritual com os Orixás, Guias e Mensageiros do Astral que se desdobram em muitas formas para te auxiliar. Seu caminho é e sempre será a Umbanda, enquanto você acender uma vela e sentir que ela fala contigo, enquanto você escutar o som do atabaque e seu corpo aquecer num compasso de vibrações e arrepios, enquanto você sentir o aroma das ervas transmutadas em fumaça ao contato com a brasa incandescente e for acometido da sensação de estar sendo transportado para outro lugar, a Umbanda continuará sendo seu caminho enquanto o brado dos Caboclos te arrepiar, o silêncio dos Pretos Velhos te emocionar, o gracejo dos Baianos te alegrar, a sinceridade dos Exus te curvar, a simpatia das Pomba Giras te atrair e a ciranda dos Erês te relembrar que, apesar dos pesares, o mais importante é não perder a pureza das crianças. Sim, seu lugar é no Templo que frequenta, enquanto os espíritos regentes ainda forem referências de aprendizado, enquanto você sentir saudade ao final de cada gira, enquanto os objetivos espirituais e materiais também forem os seus objetivos, enquanto o sentimento de irmandade não se dissipar facilmente em momentos de atritos e conflitos naturais, enquanto você preservar o respeito e lealdade ao seu Sacerdote ." - Sr. Caboclo Tupinambá

EVENTOS QUE APOIAMOS

Abaixo Eventos, Festas, Ritos de parceiros do Blog. Se você leitor tiver algum evento contate em nosso email. ( paileodelpezzo@gmail.com)

Nossa Bandeira

Seguidores

Quem Passou por Aqui

Quem sou eu

Minha foto
Léo Del Pezzo, ou Pai Léo das Pedreiras. Médium Umbandista á 13 anos, consagrado Pai Espiritual.Dedica todo seu sacerdócio para levar o entendimento de conhecimentos esotéricos, filosófico e teologicos ,exaltando a "Umbanda"